Edificações Históricas

Prédio da Alfândega e Guarda Mouria
O conjunto arquitetônico da Alfândega e Guarda Mouria foi tombado pelo IPHAN em 1987, junto com o Complexo Portuário. Inaugurados oficialmente em 1906, os dois prédios foram construídos pela firma inglesa Manaos Harbour Limited, como parte do contrato de concessão do Porto de Manaus. Em estilo eclético, com elementos medievalistas e renascentistas, trata-se do primeiro prédio pré-fabricado do mundo. O prédio da Guarda Mouria, com sua torre e farol edificados com o mesmo material e estilo da Alfândega, completa o complexo. O edifício da Alfândega é considerado o primeiro prédio pré-fabricado do mundo, pois foi trazido em blocos, pronto para ser montado, em porões dos barcos britânicos que aportavam em Manaus na época. A fachada possui três pavimentos, cada um menor que o inferior, até o terceiro que se assemelha a um sótão. No térreo existe uma grande porta em arco pleno; no segundo, andar, janelas unidas por colunas; e no terceiro piso, envasaduras com arcos rebatidos. No frontão retangular, na frente do prédio, lê-se a inscrição “Alfândega”, coroada com ameias e a estrela republicana. A torre, com farol, hoje desativado, orientava os navios que chegavam ao porto de Manaus.
Endereço: Rua Marquês de Santa Cruz, s/nº. Centro.

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Relógio Municipal
O relógio Municipal faz parte do Programa de embelezamento da cidade, do Prefeito Dr. José Francisco de Araújo Lima. Instalado, no início da Avenida Eduardo Ribeiro, o Relógio Municipal foi encomendado a uma relojoaria suíça, sendo montado e revisado por Pelosi & Roberti, antigos ourives de Manaus. A Base quadrangular tem 5m de altura e é toda de pedra com moldura de cimento.
Sobre ela esta um supedâneo, também de alvenaria, que assenta o grande relógio com dois mostradores. Circula a parte externa, em letras vermelhas, uma divisa latina ressaltando o valor e o bom emprego do tempo pelos homens. Encomendado a uma relojoaria, quando o mecanismo chegou, verificou-se que os ponteiros giravam sobre uma única face. Pelosi Robert, antigos ourives de Manaus, armaram o outro mostrador com os ponteiros que faltavam, completando a obra de duplo letreiro que tem funcionado cronometricamente até os dias atuais.
A construção de seu pedestal foi concluída no final de 1927. Junto com o obelisco erguido em comemoração ao centenário da elevação de Manaus à categoria de cidade. O Relógio Municipal compõe a paisagem arquitetônica do Largo da Matriz. Foi tombado como Patrimônio Histórico Estadual, através do Decreto Nº 11.197, de 14.06.1988.
Endereço: Av. Eduardo Ribeiro, s/nº. Centro.

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Reservatório do Mocó
Foi inaugurado em 23 de setembro de 1899, no governo do Coronel José Cardoso Ramalho Júnior, embora a obra tenha sido iniciada no governo do Dr. Eduardo Gonçalves Ribeiro e tenha sido concluída em 1897. Possui uma área de 1.089 metros quadrados e sua construção foi ligada à casa de máquinas da Cachoeira Grande. Foi construído para resolver problemas de abastecimento de água que, no final do século, atingiam Manaus. Sua estrutura interna é toda construída em ferro importado da Inglaterra, em estilo neorrenascentista e possui sobre os ferros, um gigantesco depósito de água constituído de dois tanques metálicos que ocupam todo o espaço superior do imóvel.
Ainda hoje o Reservatório do Mocó abastece uma grande parte da cidade, funcionando diuturnamente. Foi tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, no dia 13 de março de 1995. Em 1998, foi reformado pelo Governo do Estado.
Endereço: No início da Praça Chile, na Rua Major Gabriel.

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Porto de Manaus
Chegando a ter variações de nível com mais de 10m com a enchente e a vazante do rio Negro, o Porto de Manaus é o maior porto flutuante do mundo. Construído em um cais flutuante e projetado por ingleses, teve sua obra iniciada em 1902 e concluída em 1907 com uma sofisticada engenharia que ainda impressiona a todos. Ele está se tornando um ponto de compras e serviços turísticos, atendendo aos estados do Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Acre e áreas do norte do Mato Grosso.
Endereço: Rua Marquês de Santa Cruz, 25. Centro.
Telefone: (92) 2123-4350

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Academia Amazonense de Letras
Localizada na confluência das ruas Ferreira Pena e Tapajós. O prédio faz parte do acervo do Patrimônio Histórico do Estado e foi preservado nas características originais, incluindo além da recuperação da infraestrutura física, suas instalações hidráulicas e elétricas, o rebaixamento de ferro, no andar superior para melhorar o sistema de refrigeração, que também ganhou novos aparelhos.
Endereço: Av. Ramos Ferreira, 1009. Centro.
Telefone: (92) 3234-0584

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas – IGHA
Fundado em 1917, o Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas está localizado na área mais antiga da cidade, próximo ao prédio da Prefeitura, na região portuária. No local há a Biblioteca Ramayana de Chevalier, que oferece um acervo de cerca de 60 mil livros, com documentos manuscritos e obras raras da História e Geografia do Amazonas.
O prédio também abriga o Museu Crisantho Jobim, com cerâmicas indígenas, uma coleção etnográfica, fotografias antigas, aves empalhadas, mobiliário, pintura etc. Tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual – Decreto nº 5218 de 30/10/1980.
Endereço: Rua Frei José dos Inocentes, 132. Centro.
Telefone: (92) 3622-1260

LOCALIZAÇÃO
°c
Manaus
DICAS
Manauscult
Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos - Manauscult
Av. André Araújo, n  2.767, Aleixo, Cep 69.060-000 Manaus/Am
Fone: (55 92) 3215-3474
site: manauscult.am.gov.br
e-mail: turismo@pmm.am.gov.br