31/05/14 | 04:33
FIFA realiza última visita da imprensa na Arena da Amazônia antes do início do mundial
FIFA realiza última visita da imprensa na Arena da Amazônia antes do início do mundial

FIFA realiza última visita da imprensa na Arena da Amazônia antes do início do mundial

O Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo da FIFA promoveu nesta sexta-feira, 30 de maio, o Tour de Experiência dos Estádios, última visita da imprensa na Arena da Amazônia Vivaldo Lima antes do início dos jogos. A finalidade é mostrar à imprensa como irão funcionar os serviços de atendimento ao torcedor.

O COL fez simulações da chegada dos torcedores, o acesso às arquibancadas de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, além de demostrar como serão as abordagens em caso de torcedores que não obedecerem à numeração das cadeiras informadas no ingresso. De acordo com o gerente de atendimento a torcedor do COL, Marco Sansoni, os voluntários da FIFA estão treinados para orientar o torcedor sobre os serviços oferecidos dentro da Arena e para agir quando necessário.

Ainda de acordo com Sansoni, os portões da arena abrirão três horas antes do início da partida. Ele pediu planejamento aos torcedores. “O torcedor precisa se informar antes de sair de casa. Ele deve estudar a rota do transporte coletivo e planejar o trajeto de casa ao estádio. Quanto antes ele chegar, melhor”, disse.

Em Manaus, o COL conta com aproximadamente 800 voluntários que atuarão na Arena da Amazônia. Sansoni frisou que a revista aos torcedores será semelhante a que ocorre nos aeroportos e contará com máquina de raio-X e detectores de metais. “Para curtir a experiência do evento, o torcedor deve trazer menos coisas possíveis, de preferência sem bolsa. O sistema será parecido com a de um aeroporto e se o torcedor tiver com bolsa vai demorar mais”.

Menor impacto social – Como parte do planejamento de segurança e mobilidade urbana o acesso, o Governo do Amazonas realizou o cadastramento das pessoas que residem no entorno da arena. De acordo com o gestor de comunicação da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP COPA), Eric Gamboa, a ação visa gerar menor impacto social.

“Esses moradores foram cadastrados e receberão uma credencial para que eles não tenham problemas de acessar suas residências nos dias dos jogos. Essa é uma preocupação do Governo do Estado para que o impacto dos jogos na Arena da Amazônia seja minimizado”, informou.

CRÉDITO DAS FOTOS: MICHAEL DANTAS/AGECOM