22/06/14 | 19:49
“Ver a minha seleção em Manaus é algo encantador”, diz norte-americano

“Ver a minha seleção em Manaus é algo encantador”, diz norte-americano

“Sabe qual é o motivo dos americanos gostarem tanto do Brasil e, especialmente, de Manaus? O povo é acolhedor. Sempre fui muito bem recebido aqui e estou muito feliz por ver os Estados Unidos jogarem em uma terra tão encantadora”, foi o que declarou o norte-americano Rick Pain, 55 anos. Ele é um dos apaixonados pela capital amazonense e veio conferir o jogo na Arena da Amazônia entre Estados Unidos e Portugal pela Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™.

Pela segunda vez em Manaus, Rick conta que já passou três meses em solos amazonenses. “Foi quando aprendi um pouco de português e fiquei apaixonado pelas belezas naturais da região. Recomendo a todos que queiram visitar. É uma terra maravilhosa”, completou, ressaltando que após o jogo, viajará para outras cidades-sedes do Brasil até o fim da Copa.

Se os americanos estão felizes com a partida em Manaus, do lado da torcida portuguesa o sentimento não é diferente. Para o comerciante Elias Galvão Monteiro, 52, a felicidade são as raízes portuguesas. “Nasci no Amazonas, mas minha família é de Portugal. Fui naturalizado em 2013, em uma cerimônia no Hospital Beneficente Portuguesa, em Manaus, e estou aqui para representar aqueles que me deram o DNA português. É uma homenagem aos meus avós que tanto amo e gostaria que estivessem aqui vibrando comigo”, declarou em tom de emoção.

O estádio, com capacidade para pouco mais de 42 mil pessoas durante o Mundial, está lotado. A emoção dos torcedores é sentida a cada minuto. O melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo, da seleção portuguesa, está em campo.

Foto: Tácio Melo/Semcom
Assessoria de Comunicação e Imprensa da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult): 92 3215-3447 / 8842-7357